27/10

Briga pelo título na etapa carioca do Brasil Surf Pro

Tomas Hermes é o líder do ranking e o surfistas mais verde do campeonato até o momento


Em seus 25 anos de história, o circuito nacional de surfe acumula lindos duelos, histórias de superação e brigas acirradas pelo lugar mais alto do pódio. E o Brasil Surf Pro de 2011 não fica para trás. Na quarta etapa do Circuito Brasileiro, que será realizada de 2 a 6 de novembro no tradicional pico do posto 4 da Praia da Barra da Tijuca, no Rio – que recebeu a etapa do campeonato mundial em maio deste ano – a disputa pela liderança tem tudo para ficar ainda mais emocionante. Em primeiro lugar no ranking, o catarinense Tomas Hermes leva uma certa vantagem sobre os concorrentes, mas o baiano Bruno Galini, o cearense Messias Felix e o experiente paulista Odirley Coutinho, que acumula três vice-campeonatos do circuito, prometem não dar moleza ao líder.

No feminino, a paraibana Diana Cristina pode garantir o título antecipado da competição. Desde a etapa carioca do ano passado, Tininha não perdeu sequer uma bateria e está a 600 pontos da segunda colocada, a catarinense Juliana Quint. A temporada foi aberta na Praia do Cupe, em Pernambuco, passou por Búzios, no litoral fluminense, e contou com ótimo nível de surfe na Praia de Itamambuca, em Ubatuba, São Paulo.

Na etapa paulista, as ondas contribuíram e permitiram o show dos surfistas, embolando ainda mais o ranking masculino e fazendo despontar novos nomes na disputa pelo título. O ubatubense Odirley Coutinho, de 31 anos, conquistou o primeiro lugar e, se no começo do ano parecia ser um coadjuvante no campeonato, agora vem para a briga do título brasileiro.

“Conquistei o vice-brasileiro em 2001, 2004 e 2006. Agora vou trabalhar pelo título de campeão”, comemorou o surfista após a vitória no litoral paulista.

Mesmo eliminado nas quartas-de-final em Ubatuba, Tomas Hermes manteve a liderança do circuito, com 2.110 pontos. O catarinense começou a disputa com uma nota 8,17 logo em sua primeira onda, mas perdeu a invencibilidade, que já vinha desde o ano passado, para o cearense Messias Felix. Foi a terceira onda acima de oito de Hermes em Ubatuba e a sétima na temporada, que lhe dá a liderança também na briga pelo título de surfista mais verde do ano.

Campeonato Verde

A praia da Barra não será o único palco da quarta etapa do Brasil Surf Pro. O campeonato mais verde do mundo não deixa de lado seu compromisso com a sustentabilidade e trará melhorias para a região, com o replantio de mudas de mangue e restinga na Lagoa de Marapendi, e, mais ainda, para a consciência ambiental da população, com atividades voltadas para escolas e projetos sociais.

Na plataforma Petrobras Surf pelas Florestas, montada no posto 4, visitantes e atletas poderão se informar sobre o ecossistema local com instalações interativas, distribuição de sementes e mudas de árvores nativas da Mata Atlântica em homenagem ao Ano Internacional das Florestas.

No projeto “surfistas verdes”, cada onda com pontuação a partir de oito proporciona o plantio de cinco árvores. Para a nota máxima, dez vezes mais árvores, somando 50 novas fontes de vida para o planeta. A estimativa é que os “surfistas verdes” sejam responsáveis pelo plantio de 500 mudas até o final do evento.

Confira como ficou o ranking depois da etapa de Ubatuba

Masculino

1 |  2110 | Tomas Hermes | SC

2 | 1760 | Bruno Galini | BA

3 | 1730 | Messias Felix | CE

4 | 1680 | Odirley Coutinho | SP

5 | 1640 | Flavio Nakagima | SP

6 | 1610 | Marcio Farney | CE

7 | 1530 | Alan Jones | RN

7 | 1530 | Jano Belo | PB

9 | 1510 | Hizunome Bettero | SP

9 | 1510 | Tânio Barreto | AL

Feminino

1 | 2860 | Diana Cristina | PB

2 | 2200 | Juliana Quint | SC

3 | 1960 | Gabriela Leite | SC

4 | 1950 | Suelen Naraisa | SP

5 | 1860 | Tita Tavares | CE

6 | 1790 | Luana Coutinho | SP

6 | 1790 | Gabriela Teixeira | RJ

8 | 1720 | Bruna Queiroz | SP

9 | 1610 | Monik Santos | PE

10 | 1560 | Tais de Almeida | RJ

Compartilhe:

POSTS

Nas Ondas
Seletiva Petrobras de Surfe Masculino
Circuito Petrobras de Surfe Feminino
Petrobras Longboard Classic
Brasil Surf Pro
Circuito Petrobras

ÁLBUM

TAGCLOUD