16/12

TOMAS HERMES SEGUE NA BRIGA PELO TÍTULO BRASILEIRO

Segundo no ranking, Simão Romão, se despede da disputa. Diana Cristina pode se tornar campeã nacional nesta sexta. Brasil Surf Pro acontece na Praia da Joaquina até domingo.

A praia da Joaquina recebeu na tarde desta quinta-feira, mais um dia de disputas pelo título brasileiro de surfe, no Brasil Surf Pro, e a briga esquentou. O líder do ranking, Tomas Hermes, carimbou a ida para a próxima fase e, de quebra, conquistou a maior nota do evento: 9,7. O catarinense disputou a bateria com o conterrâneo Neco Padaratz. Oito atletas seguem na disputa de melhor atleta do Brasil no masculino. No feminino, Diana Cristina conquista o campeonato brasileiro se vencer a bateria de quartas de final nesta sexta-feira.

“Fiquei olhando bastante e vi que outros atletas fizeram melhores ondas no inside. Sabia que a bateria ia ser difícil, o Neco é um grande atleta, conhece bem o mar na Joaquina, Escolhi priorizar os aéreos, mas acabei fazendo o meu surfe. Estou procurando ficar mais reservado, relaxado, um pouco fora da aérea de competição, tento ficar distante do pensamento de líder do ranking”, explica Tomas Hermes.

O carioca Simão Romão disputou a bateria com o catarinense Marco Polo. Simão fez notas boas, mas não foi suficiente para avançar na luta pelo título. Marco Polo conquistou um 9,1 e eliminou o segundo colocado do ranking brasileiro.

“Fiquei me sentindo um pouco mal por tirar ele do título, mas também estou brigando para me manter na elite. Estou lisonjeado por ter feito duas notas acima de oito”, explica Marco Polo.

Oito atletas continuam na disputa pelo título brasileiro. Tomas Hermes, Jano Belo, Odirley Coutinho e Flavio Nakagima já garantiram presença nas oitavas de final. Já Bruno Galini, Alan Jones, Kristian Kymmerson e Messias Felix entram na água, na manhã desta sexta, nas últimas baterias da terceira fase.

No feminino Diana Cristina pode conquistar o título brasileiro nesta sexta. Se vencer a bateria de quartas de final a atleta chega a 3590 pontos. Se levar a etapa em Florianópolis, sua concorrente, Juliana Quint também alcança 3590, mesmo assim Tininha garante o título por ter feito uma campanha melhor em 2010.

O dia começa com as quatro baterias que encerram a terceira fase. Em seguida rolam as oitavas de final, também pelo masculino. As mulheres fecham o dia com as disputas de quartas de final.

Plataforma Surfe Pelas Florestas recebe estudantes da região

As crianças foram personagens importantes em mais um dia de baterias do campeonato brasileiro. Nesta sexta mais de 70 alunos do Colégio Retiro da Lagoa, estiveram na praia da Joaquina e participaram de atividades pedagógicas com tema ecológico, eles aprenderam um pouco sobre a riqueza ambiental da região e conheceram os Projetos apoiados pela Petrobras.

Compartilhe:

POSTS

Nas Ondas
Seletiva Petrobras de Surfe Masculino
Circuito Petrobras de Surfe Feminino
Petrobras Longboard Classic
Brasil Surf Pro
Circuito Petrobras

ÁLBUM

TAGCLOUD