07/06

Tag : Jean da Silva

Começa a luta pelo título do Brasil Surf Pro

Chegou a hora de começar o Brasil Surf Pro, que completa 25 anos de história este ano. Com cinco etapas e premiação total de R$ 1 milhão, o Brasil Surf Pro 2011 dá a largada na quarta-feira, dia 8, na Praia do Cupe, em Ipojuca, em Pernambuco, com a participação dos 80 melhores surfistas em atividade no Brasil. As disputas do Brasil Surf Pro do Cupe poderão ser acompanhadas ao vivo no site e, a partir deste ano, será possível obter todas as informações sobre o evento no aplicativo criado para o Iphone.

Quem chega ao Cupe motivado é o catarinense Jean da Silva, atual campeão brasileiro. Atualmente morando no Rio, Jean da Silva conquistou seu primeiro título brasileiro nas ondas da Barra da Tijuca, na última etapa, e garante estar ainda mais bem preparado para 2011.

Jean da Silva pode conquistar o bicampeonato no Brasil Surf Pro

Apesar do ótimo resultado em 2010, Jean, que enfrentará os melhores surfistas do Brasil, terá que brigar muito para garantir o bicampeonato. Entre os principais participantes estão o potiguar Alan Jhones, o baiano Bruno Galini, os paulistas Heitor Pereira e Hizonome Bettero, além do saquaremense Léo Neves.

No feminino, a paulista de Ubatuba Suelen Naraísa foi a grande campeã de 2009 e 2010. Com a responsabilidade de defender o bicampeonato, Suelen está empenhada em garantir mais um título para se aproximar das recordistas Andrea Lopes e Tita Tavares, que venceram o circuito Brasileiro quatro vezes cada. Tita, inclusive, é uma das principais adversárias de Suelen na primeira etapa. Já Andrea, que ano passado chegou a anunciar a aposentadoria, não estará no Cupe, mas deve participar do restante do Circuito.

Além de Tita, Suelen tem entre suas principais adversárias a paraibana Diana Cristina, a também paulista Camila Cássia, Taís de Almeida, de Saquarema, a pernambucana Monik Santos e a catarinense Juliana Quint, e ainda outras surfistas da nova geração.

Outros três estados servirão de palco para os melhores surfistas do país desfilarem suas manobras, além de Pernambuco. O Rio de Janeiro recebe duas etapas. A segunda em Búzios, no norte do estado, de 13 a 17 de julho, e a quinta e última da competição, na Praia da Barra da Tijuca, na capital fluminense, de 14 a 18 de dezembro. Ubatuba, no litoral paulista não poderia ficar de fora. É a Praia mais tradicional do Circuito, presente em todas as edições e, este ano, receberá a terceira etapa, de 14 a 19 de setembro. Em seguida o evento se muda para o sul do país. A famosa Praia da Joaquina, templo do surfe catarinense, sediará a quarta etapa, de 02 a 06 de novembro.

Novidades

Na última edição do BSP, 10 atletas da categoria masculina se classificavam pelo ranking do Brasil Tour. Este ano, apenas os seis surfistas mais bem colocados pelo Brasil Tour, e que já não estejam disputando o BSP, conseguirão a vaga. O número de convidados também está diferente. Na última temporada oito atletas recebiam convites, agora serão apenas seis: um atleta contundido em 2010, o campeão Pro Júnior, dois locais de cada evento e dois classificados pelas triagens. A triagem será disputada em todas as etapas entre quatro atletas: Pablo Paulino (CE), Peterson Rosa (PR), Jorge Spanner (RJ) e Marco Polo (SC). Apenas dois destes nomes passarão para a competição principal.

A categoria feminina também sofreu pequenas mudanças. O número de atletas continua o mesmo. Serão 16 surfistas, uma delas saída das triagens do Brasil Tour. A bateria de triagem será composta pelas quatro atletas mais bem colocadas no ranking de acesso até a etapa. Apenas a vencedora desta disputa garantirá vaga para o BSP.

Compartilhe:

10/12

Tag : Jean da Silva

Começa a luta pelo título do Brasil Surf Pro

Surfista de Joinville é o primeiro catarinense a conquistar o título máximo do surfe brasileiro

O joinvilense Jean da Silva, 25 anos, é o primeiro surfista de Santa Catarina a ser campeão brasileiro profissional na história do circuito inaugurado em 1987. O título inédito para o estado foi confirmado com sua vitória sobre o cearense Michel Roque nas oitavas de final da última etapa do Brasil Surf Pro 2010. O duelo tornou-se decisivo porque outro catarinense, Tomas Hermes, já havia despachado seu principal concorrente, o potiguar Alan Jhones. O paulista Heitor Pereira também tinha chances de título, porém dependia da derrota de Jean da Silva. Os dois agora se enfrentarão na segunda quarta de final na Barra da Tijuca e para Heitor resta tentar carimbar a faixa do campeão brasileiro de 2010 no Rio de Janeiro.

Jean da Silva é o primeiro catarinense a ganhar o Brasil Surf Pro. Foto: Pedro Monteiro

A conquista antecipada do título por Jean da Silva só foi possível depois da fantástica apresentação de Tomas Hermes contra Alan Jhones na segunda bateria do dia. Ele é de Barra Velha, no norte do estado como Joinville, onde nasceu o novo campeão brasileiro, e pegou as melhores ondas que entraram na bateria para despachar o vice-líder do ranking na Barra da Tijuca. Quase faz o recorde de placar da etapa, 15,60 pontos do atual campeão brasileiro Messias Felix na quinta-feira. Nas duas melhores ondas, Tomas atingiu 15,50, contra apenas 8,10 pontos do potiguar de Baia Formosa.

Surfe feminino – Na sexta-feira também foram definidas as semifinalistas da categoria feminina na Barra da Tijuca. A grande surpresa foi a eliminação da bicampeã brasileira Suelen Naraisa pela também paulista de Ubatuba, Luana Coutinho, que precisava avançar para manter sua vaga na elite nacional do Brasil Surf Pro em 2011. Luana agora vai encarar a tetracampeã brasileira Andrea Lopes na primeira semifinal e a outra vaga na final será disputada por Diana Cristina (PB) e Claudia Gonçalves (SP).

Compartilhe:

29/09

Tag : Jean da Silva

Começa a luta pelo título do Brasil Surf Pro

O catarinense Jean da Silva e a paraibana Diana Cristina conquistaram o título da competição, que ao longo de toda a semana levou o melhor do surfe brasileiro à Praia de Geribá, em Búzios. Jean e Diana chegaram discretamente à grande decisão, mas brilharam na hora certa e faturaram 1000 pontos no ranking brasileiro. Com o resultado, ambos os surfistas assumem a segunda colocação no ranking nacional.

O catarinense entrou na disputa com força total, ditando o tom do confronto logo na primeira onda. “É muito emocionante ganhar pela primeira vez uma etapa do circuito nacional. Vou levar essa vitória para casa com muita alegria”, festejou Jean, satisfeito com seu desempenho na final.

Recém-chegado de uma temporada na Indonésia, Jean comemorou também a conquista do posto de vice-líder do ranking brasileiro.

Na grande decisão feminina, Diana Cristina superou a carioca Taís Almeida, especialista nas ondas de Geribá, somando 10.67 pontos contra 8.77 da rival. “A final foi bastante disputada. Tais é muito experiente e não é nada fácil enfrentá-la numa decisão. Tentei me concentrar ao máximo e deu certo”, disse Tininha. “Vou treinar bastante e espero que dê tudo certo nas proximas etapas”.

O Brasil Surf Pro 2010 teve como campeões da etapa de abertura o carioca Leo Neves e a paulista Suelen Naraisa. Na segunda etapa, Suelen repetiu o desempenho e o potiguar Alan Jhones ficou com o título, chegando à liderança na do ranking brasileiro. A competição contará com outras duas etapas depois de passar por Búzios: de 3 a 7 de novembro, aporta na Praia do Joaquina, em Florianópolis, e de 8 a 12 de dezembro, no Rio, define os campeões da temporada.

Compartilhe:

POSTS

Nas Ondas
Seletiva Petrobras de Surfe Masculino
Circuito Petrobras de Surfe Feminino
Petrobras Longboard Classic
Brasil Surf Pro
Circuito Petrobras

ÁLBUM

TAGCLOUD